Adicionar por Snapcode


Quem esvaziou as cervejas de garrafa?

Beer Bottles lined up

Por Egui Baldasso

 

O verão foi inundado pelo Atitude 67 e sua música que fez todo mundo lembrar do quão simples é o amor. Ou precisa ser: alguém que divida uma cerveja de garrafa contigo. Num boteco, honesto, singelo. Simples como a relação que tanto sonhamos.

Alguém que, entre goles gelados, nos faça perceber que quase mais nada seja necessário. Nos fez pensar em que momento vamos ao banheiro e, quando voltamos, aquela pessoa não está mais na mesa. A cerveja esvaziou.

O problema é que buscamos tanta simplicidade, mas adoramos complicar o incomplicável. Nos encantamos pela cerveja de garrafa, mas logo estamos cobrando uma long neck cara, as vezes até com um limão enfiado no gargalo.

Por que, raios, jogar um limão requintado onde antes era só cerveja barata e fantástica? E bastava!

Vamos trocando o boteco por restaurantes e sushis. Abrindo mão do singelo em nome do requinte. Deixando de lado a essência que encantou e colocando no lugar um sei lá o quê que nem nome tem, mas com capacidade para desmontar todo o jeito doce que a própria música sugere.

Vamos aumentando as exigências no outro sem nos dar conta de que nem precisamos de tudo aquilo. E, pior, também não sabemos retribuir. E nem queremos.

Parece que esquecemos do abraço sincero, a cabeça no ombro. O calor do início. A sede um do outro. O beijo urgente, que mal cabe na boca. Risadas e não cara amarrada. Compreensão de bar, e não cobrança de jantar. Esquecemos que somos dois somente porque um dia foi simples.

Sim, caramba. Eu sei que o sushi também tem espaço. Que uma graça num final de semana a dois, na praia longe de tudo, cai como uma luva, mas não é o fundamental. A rotina precisa ser de essência. Caso contrário cai no marasmo de uma vida longe do bar, que lá atrás uniu. E voltamos a sonhar com alguém que goste de boteco e de cerveja de garrafa, e que não dá tanta bola para os defeitos, mas abraça o bem que a qualidade traz. Enquanto a pessoa do lado sonha com o mesmo.

A vida é breve demais pra dividir long neck. Chama a pessoa pra voltar para a cerveja de garrafa. Quanto mais barata, melhor. Quanto mais simples, mais tempo dá pra dois.

Level Cult Facebook