Adicionar por Snapcode


LEONILSON e o HIV nas artes

leonilson-1-620x408

Arte é uma manifestação ou materialização de uma ideia ou sentimento que conecta indivíduos, possibilitando assim uma ligação  entre experiências vividas por diferentes pessoas dentro da nossa sociedade.

O HIV surgiu nos anos 80, durante esta década e na seguinte fez muitas vítimas sem distinção de classe social, cor ou sexualidade. Com o passar do tempo surgiram tratamentos extremamente eficazes que possibilitaram às pessoas infectadas levarem  uma vida normal e tranquila, tanto que hoje ele é tratado quase como uma doença crônica,  como uma diabetes, algo que precisa da sua atenção por toda a vida, mas que não é mais mortal. Porém, essa tranqüilidade aparente trazida pelos novos tratamentos e o descuido governamental na prevenção do HIV fez com que a taxa de infectados aumentasse consideravelmente nos últimos anos no Brasil, Europa, Estados Unidos e África, fazendo com que voltássemos nossos olhos novamente ao perigo deste vírus e a necessidade de prevenção.

No início do surto de HIV o medo e a incerteza eram sentimentos corriqueiros, principalmente na comunidade gay. Tivemos muitos exemplos de artistas e celeridades que foram vítimas da AIDS  e que nos trouxeram o alerta para o risco mortal dessa doença. No Brasil um dos artistas mais interessantes que tiveram sua produção influenciada pelo vírus foi o cearense José Leonílson Bezerra Dias, que criou obras magníficas com as quais podemos, até os dias de hoje, nos conectar com todos os sentimentos vividos por ele em sua experiência de vida com o HIV.

Leonílson foi escultor, pintor e desenhista e teve sua obra concentrada nos últimos dez anos de sua vida. Seu trabalho é totalmente autobiográfico e expressa seus medos, angústias e alegrias do dia a dia. Apreciar uma de suas obras é estar conectado diretamente com o sentimento particular de um indivíduo e toda a sua experiência pessoal. Seus desenhos e bordados são simples, mas trazem uma força na comunicação que é difícil não nos tocar. Em 1984 ele participa de uma exposição chamada COMO VAI VOCÊ GERAÇÃO OITENTA? Onde ele se consagra como artista. Um dos rostos das artes representativas dos anos 80.

Já no o início dos anos de 1990, ele decidiu gravar um diário íntimo. Essas gravações são o guia para o documentário  A PAIXÃO DE JL, que é uma das coisas mais emocionantes que eu já tive o privilégio de apreciar. No meio da gravação deste diário, em 1991, descobriu ser portador do vírus HIV e isto influenciou totalmente a sua produção. Pelas gravações podemos acompanhar sua angústia.  Seu corpo e sua situação passaram a ser o foco e a inspiração de sua arte. Intenso e voraz, ele trata o vírus com humor, mas também com medo. Ser portador do vírus HIV para o artista era motivo de vergonha. Ele se considerava uma ameaça para a sociedade, algo mortal que podia trazer grandes estragos para todos a sua volta. Toda essa angústia foi traduzida em arte. Ele dizia que muitas pessoas são perigosas porque portam armas, mas ele não precisava disso… Ele era perigoso porque trazia algo dentro de si (uma referência ao HIV). Em 1992  ele cria uma série de sete desenhos chamada de O PERIGOSO onde trata com humor sua condição. No primeiro desenho dessa série existe uma gota do seu sangue. Nos outros, pequenas figuras de mãos associadas a procedimentos médicos mescladas a palavras diversas como nomes de flores e etc…

Leonilson morreu em 1993 aos 34 anos de idade, vítima de complicações derivadas da AIDS. Considerado um dos maiores artistas contemporâneos do Brasil, deixou um legado artístico tocante e pessoal. Em 1994 recebeu uma homenagem póstuma e  prêmio APCA (Associação Paulista de Críticos de Arte) pela grande exposição individual na Galeria São Paulo e pela instalação da Capela do Morumbi. Mais tarde em 1998 foi homenageado na BIENAL DE SÃO PAULO com uma sala especial.

Através da voz, do gesto e do olhar do artista podemos nos conectar ao sentimento de uma geração inteira. É impossível não se apaixonar por este relato de vida materializado com a arte.

 

Abaixo segue um link com um trecho do filme A PAIXÃO DE JL:

 

74f036f940c96ee9b73974b86f9fecd5-truths-fiction 20150722083231664757a 20150722083347700689i artista-leonilson cm2006-240 i-am-your-man-by-jose-leonilson-0795 img1a1 jogos-perigosos leonilson-1-620x408

 

Level Cult Facebook