Adicionar por Snapcode


Arquivos

Morreu de que, o menino do cabelo rosa?

rosas

A resposta que eu não soube dar direito à senhora que me perguntou na praça. A minha resposta sem certezas, ela questionou, agora sem querer explicação. “E que mundo é esse onde a pessoa morre por ser quem é?”   Morreu de que, o menino do cabelo rosa? Morreu de morte morrida. E de morte […]

Ler Mais

Alice e outros abraços perfeitos

charlie-brown-snoopy-hug

Alice me abraça devagarinho. Normalmente precedido de uma corridinha com os braços abertos, o abraço chega apertado, sem pressa, cheio de saudade. E é para “deixar a saudade sair” que a gente não se solta tão cedo. Ela me abraça na chegada como se não lembrasse há quanto tempo não me vê. Na saída, como […]

Ler Mais

UM DETALHE IMPORTANTE

crop

Uma vez alguém me corrigiu por usar a expressão “um detalhe importante”. Eu nem discuti, porque, talvez, semanticamente, a pessoa tivesse razão. Tá lá no dicionário: “pormenor”, “minudência”, “pessoa ou fato sem importância”. O fato de eu achar que detalhes importam era, naquela ocasião, menos discutível do que o paradoxo de alguém dar tanta importância […]

Ler Mais

ADOTE UM HATER

adolph-hitler-micropenis-650x350

Você reclama ou elogia com mais facilidade? Você é mais intenso quando muito feliz ou quando bate o dedinho numa quina? Então: a raiva tem poder…  Essas conclusões nasceram do meu último papo com um amigo de quem vou falar lá na última linha, para irmos direto ao assunto: 1. haters têm espaço, proteção e apoio. E […]

Ler Mais

Aponte, julgue, discrimine: eles não são normais

Silêncio

Por Marcelo Aramis marcelo@txtconteudo.com.br Vai ser repetitivo, eu sei. Mas vou, porque é preciso, falar outra vez sobre preconceito, mesmo sob o desafio de escrever depois do grande Um texto por Orlando, da Valquíria Vita. O preconceito que mais me incomoda, assusta e, na minha visão, tem mais adeptos é aquele que vem de quem […]

Ler Mais

“Você é burro!”, uma coceira minha

blog

Já faz tempo, mas eu nunca esqueci a cena. Na parada de ônibus, duas mulheres batiam papo com a euforia que a fofoca provoca em quem chega a se babar quando fala da vida dos outros. E eu gosto de ouvir qualquer conversa alheia. Desse tipo, gosto mais. Mas não foi exatamente a pauta que […]

Ler Mais